domingo, 22 de maio de 2011

Congela!!!

Definitivamente, ser mãe é uma coisa dúbia (rs)! A gente quer que o filho comece a falar logo, que o primeiro dentinho apareça logo, que ele dê os primeiros passinhos, cada dia é uma conquista. Mas a gente também fica com uma sensação de que tudo passa muito rápido, e que não dá tempo de curtir como a gente queria cada momento. Dá uma vontade de congelar o tempo e ficar naquele estado de graça.
Mas não dá, a chaleira tá apitando, a máquina de lavar parou de funcionar, tem que cuidar para a papinha não queimar, e fazer aquela entrevista pro texto sair. Ou seja: aproveita, amiga, olha praquele rostinho e decora aquela expressão, e torce pra ele repetir, porque não deu tempo de bater uma foto!
Aí eu fico pensando: ser mãe é um baita aprendizado pra a vida - de paciência, de "deixa estar", de ser feliz ali, quando dá, porque ser feliz é um estado de espírito, mas tempo pra curtir a materialidade daquela alegria é algo escasso! Ainda assim, porque será que as pessoas continuam "matando" o tempo? A filosofia chinesa prega viver o aqui e o agora, já que o que passou não volta e o que vem ainda não aconteceu - e digo mais, depende unicamente de como você vive o presente! Quantos acidentes poderiam ser evitados se a pessoa não quisesse ter um carro de vantagem? Quantas separações poderiam ser evitadas se as pessoas se ouvissem? Como a vida seria diferente se a gente diminuisse a marcha e parasse de viver no automático?
Eu sinto, muitas vezes, vontade de congelar o momento. Mas aí sou invadida por uma sensação maravilhosa: a certeza de que isso vai acontecer todos os dias da minha vida! Como diria a Anita (eu não aguento, vou roubar essa expressão pra mim): PUROAMOR!!!

2 comentários:

Mãe de Três. disse...

oi Kati. adorei seu blog e sua visita no maedetreseagora.
vou vir sempre por aqui. um beijão e muita saúde pro Enzo.

Ana Paula disse...

srsrrsr, é bem por aí mesmo amiga. js